Passar para o conteúdo principal
FoodCorridors

Food Corridors: Relações Urbano-Rurais e Alimentação

A experiência recente sugere que é necessário promover uma transição para sistemas alimentares regionais. O projeto ‘Food Corridors’, desenvolvido no âmbito do Programa de Cooperação Territorial Europeia URBACT, visa explorar forças e oportunidades das relações urbano-rurais, criando uma estrutura em torno dos temas que podem sustentar estratégias alimentares, potencializando a base territorial através da articulação de políticas horizontais e verticais.

Iniciado em 2019, o projeto conta com a participação de oito países europeus. Quatro parceiros da rede possuem estrutura intermunicipal. A Comunidade Intermunicipal (CIM) da Região de Coimbra, a maior comunidade intermunicipal em Portugal, parceira-líder deste projeto, reúne 19 municípios portugueses que compartilham preocupações comuns nos domínios da transição para uma economia circular.

O mapa temático da ‘Food Corridors’ foi inicialmente distribuído em torno de um conjunto de sete temas considerados críticos divididos em cerca de trinta subtemas, tendo os parceiros  identificado e ordenado por ordem decrescente de prioridade uma primeira seleção de temas:

  1. Cultura e marcas de alimentos territoriais;
  2. Políticas alimentares;
  3. Cadeias curtas de abastecimento alimentar;
  4. Alimentação e economia circular;
  5. Recursos ambientais;
  6. Sistemas alimentares saudáveis;
  7. Governança.

Algumas oportunidades concomitantes serão também potenciadas, de que se destaca a celebração da Região Europeia de Gastronomia 2021 em dois países europeus participantes, Portugal (Coimbra) e Eslovénia, impulsionando a interação entre as regiões europeias dentro e fora do projeto. Toda a rede procurará ainda tirar partido do conhecimento gerado em outros projectos europeus que incidem sobre o mesmo tema e com abordagens semelhantes, como é o caso dos projetos REFRAME e ROBUST.

Saiba mais sobre este projeto no portal URBACT.